PALAVRAS AO VENTO


Ou se engane

Onde fica o céu das pessoas que dão o ar de reciprocidade às sensações?

por Fernanda Stange
de Vitória - ES

Preste, sim, muita atenção no que vou dizer agora: as coisas são como parecem porque não se parecem com mais nenhuma outra coisa. Deixe todo o experimentalismo de Koffka de lado, ele não aprendeu que há coisas que não se repetem.

Você está lá, não importa em qual ano, não importa quantos acontecimentos não passam de memória, nada importa. Você e seu umbigo estão lá, prontos para viver o nunca vivido. Prontos para repetir a mesma história de outrora, jurando por todos os santos e todos os doces que nada será como antes. O que são as coisas agora? Onde está, no seu corpo, o que você está sentindo nesse exato momento? De quantas boas palavras você precisaria se ousasse falar o que pensou no minuto passado? Onde fica o céu das pessoas que dão o ar de reciprocidade às sensações, que rapidamente viram outras quando ditas?

Mais do que permitir que a vida mude, que as pessoas se aproximem, te conheçam e te desejem (o que é bem mais difícil), é preciso não levar certas impressões tão a sério. É preciso fechar os olhos para certas sensações e esperar que passem, porque quase todas as grandes paixões duram o suficiente para que sejam paixões e só.
Tenho na minha frente cinco peixes dourados e famintos, mas, apesar de famintos, eles ainda escolhem o que comer. A pessoa entregue é como um peixe faminto que está tão faminto que já não escolhe o que comer. Vive das migalhas da disposição de quem os alimenta por pena, costume, ou falta do que fazer.

(e é exatamente na possibilidade de dizer tudo, com todas as letras, que você se perde entre as metáforas mais pobres e, por isso, desnecessárias).

As coisas são o que parecem ser porque não há mais nada no mundo que se pareça com as coisas. Sentimos por comparação. Sofremos porque não estamos felizes, sorrimos porque não queremos chorar, e nada disso é óbvio, não se engane.
Ou se engane.
Os peixes continuam famintos e exigentes.

[03/07/2004]


A ACT- Ação Comunitária Tiradentes é uma instituição que cuida  de crianças e ajuda uma das comunidades mais carentes de São Paulo.

Eles estão precisando de ajuda e também estão tentando organizar uma festa para o dia das crianças. O espaço está aberto para visitas e eles aceitam todo tipo de donativo.

Só que eles estão sem carro para buscar os donativos, este tipo de doação deverá ser entregue lá, porque eles não tem como buscar. Também aceitam, remédios, cestas básicas, roupas e dinheiro. No caso de doação em dinheiro é só ligar, dizer o valor que quer doar e um boy vai com o recibo retirar o dinheiro.

Por favor divulguem e ajudem como puder. www.act.org.br



Escrito por Kyra às 13h04
[ ] [ envie esta mensagem ]


PARAOLIMPÍADAS

Parabéns para os nossos atletas e heróis

14 OUROS, 12 PRATAS, 17 BRONZES NO TOTAL DE 33 MEDALHAS

Brasileiro confirma favoritismo e é ouro nos 100 m da natação

Lello Lopes*

Enviado especial do UOL Em Atenas (Grécia)

Michael Phelps e Ian Thorpe que se cuidem. Depois de bater o recorde mundial nos 100 m livre na categoria S4 na fase eliminatória da competição, o Clodoaldo da Silva confirmou seu favoritismo e venceu a prova neste domingo, garantindo o primeiro ouro do Brasil nos Jogos Paraolímpicos de Atenas.

 

"Esta foi a primeira medalha de ouro de muitas que virão por aí. A nossa equipe é muito boa e tenho certeza que outros nadadores também vão conseguir medalhas", disse o vencedor.

Clodoaldo dominou totalmente a prova, não dando chances aos adversários. Já na virada, ele abriu mais de um corpo de vantagem sobre os demais competidores.

O melhor nadador brasileiro terminou a final com o tempo de 1min19s51. Nas eliminatórias Clodoaldo, que já tinha o recorde mundial, marcou 1min19s36. Além do recorde nos 100 m livre, Clodoaldo também detém a melhor marca do mundo nos 50 m livre

A segunda colocação ficou com o japonês Yuji Hanada, que chegou mais de 5 segundos atrás de Clodoaldo. O espanhol Richard Oribe levou o bronze.

"Foi uma competição muito emocionante. O ouro era o meu objetivo principal. E graças a Deus consegui. Estou mais feliz ainda porque eu consegui o recorde", comemorou o brasileiro.

Clodoaldo acredita que evoluiu muito dos Jogos de Sydney para os de Atenas. "Hoje estou mais experiente e treinei muito para este momento. Este foi um trabalho muito grande meu e do técnico Carlos Paixão."


Assim como o norte-americano Michael Phelps, Clodoaldo da Silva chegou a Atenas com a possibilidade de ganhar oito medalhas de ouro. O nadador dos EUA terminou a Olimpíada com seis ouros e dois bronzes. Já o brasileiro garantiu o seu primeiro ouro neste domingo.

Já nesta segunda-feira, Clodoaldo volta à piscina de Atenas, para a prova dos 50 m costas. Mesmo sem ser franco favorito, o brasileiro acredita em um bom resultado "Foi muito bom agora (os 100 m livre). Mas tenho que projetar o futuro", comentou.

Clodoaldo da Silva sofreu paralisia cerebral por falta de oxigênio no parto. Ele compete em Atenas na classe S4. Na natação, existem dez classes para atletas com problemas físico-motores, sendo que a S1 engloba os competidores com maior grau de deficiência e a S10 os de menor grau. Existem ainda três categorias para deficientes visuais.

  • O jornalista Lello Lopes viaja a Atenas a convite do Comitê Paraolímpico Brasileiro

Judô conquista mais uma prata e um bronze para o Brasil

Lello Lopes*
Enviado especial do UOL
Em Atenas (Grécia)

Depois da prata de Karla Cardoso, já no primeiro dia de competições, o judô do Brasil conquistou neste domingo mais duas medalhas nos Jogos Paraolímpicos de Atenas. A prata veio com Eduardo Paes, na categoria até 73 kg, enquanto Daniele Bernardes ficou com o bronze no peso até 57 kg.

Eduardo Paes, o Barata, portador de deficiência visual, estreou com uma grande vitória sobre o ucraniano Sergiy Sydorenko, campeão mundial na categoria. O brasileiro derrotou o adversário por ippon, garantindo vaga na semifinal.

Em seguida, Barata superou com facilidade o alemão Matthias Krieger, quinto colocado no ranking mundial, novamente por ippon, com 1 minuto de luta.

Na decisão, no entanto, o brasileiro não conseguiu repetir o feito das lutas anteriores e acabou superado pelo chinês Yun Seng Wang, com apenas 11 segundos de combate.

Daniele Bernardes, também portadora de deficiência visual, enfrentou na primeira rodada a espanhola Marta Arce, vice-campeã nos últimos dois Mundiais, e acabou derrotada, indo direto para a disputa do bronze.

A adversária foi a chinesa Lei Lip Ping, campeã mundial em 2002, apontada como uma das favoritas. Daniela superou a asiática em apenas 18 segundos e, com um ippon, ficou com o bronze.


Detalhe muito interessante

Esta informação está como um item na página principal da UOL, não mereceu nem um destaque maior.

O quadro de medalhas na página das Paraolimpíadas não estava atualizado até o momento em que fui ler as notícias, constava apenas a primeira medalha de prata conquistada pela Karla Cardoso.

Acho isso lamentável.

 



Escrito por Kyra às 13h49
[ ] [ envie esta mensagem ]


Colaborem...

A diferença entre o que realmente mobiliza as pessoas e a triste realidade que nos ronda.

Você sabia que o Big Brother 4 teve o número recorde de 12 MILHÕES de ligações pelas quais as pessoas tinham que pagar para votar em desocupados, por pura diversão?

Após UM ANO da morte de Gabriela Prado (a menina assassinada no metrô SÃO FRANCISCO XAVIER, Tijuca, Rio de Janeiro, durante um assalto, em 25.03.2003), a família só conseguiu 600 mil assinaturas das 1 milhão necessárias para mudar a lei.

Nós podemos dar nossa colaboração, visitando o site, assinando a lista e divulgando aos nossos contatos.
É rápido e não custa nada!
Exercite sua cidadania!

O endereço do site é: http://www.gabrielasoudapaz.org  

Vamos colaborar, pessoal! Podia ter sido com a gente, ou com algum amigo...

Faça a sua parte, eu já fiz a minha.




Escrito por Kyra às 18h55
[ ] [ envie esta mensagem ]

 
Meu perfil


BRASIL, Sudeste, Mulher, de 36 a 45 anos



Meu humor



Histórico
01/08/2007 a 31/08/2007
01/04/2005 a 30/04/2005
01/03/2005 a 31/03/2005
01/02/2005 a 28/02/2005
01/01/2005 a 31/01/2005
01/12/2004 a 31/12/2004
01/10/2004 a 31/10/2004
01/09/2004 a 30/09/2004
01/08/2004 a 31/08/2004
01/07/2004 a 31/07/2004
01/06/2004 a 30/06/2004
01/05/2004 a 31/05/2004
01/04/2004 a 30/04/2004




Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 Correndo atrás do vento...
 Loba, corpus et anima
 Retalhos e Pensamentos II
 Mulher de 30 e poucos...
 Mina do Kurt
 Depois dos vinte...
 Notas de um velho safado
 Pretensos Colóquios, por Dora Vilela
 Nanda
 Cantinho da Felicidade
 Antropofago Urbano
 TONY MACLAUD - O BOM CEARENSE
 Colcha de Retalhos
 Digressiva Maria
 Coisas de tio
 Botequim Poético
 Domínio Público
 Noites em Claro
 Fala Poética
 Sombras e Sonhos
 As Cartas de Elise
 Retalhos e Pensamentos
 Mudança de Ventos
 Verso Encadeado
 Segredos nada Secretos
 Big Friend
 Poesia & Cia
 TrumanBlog - Eterna Sinfonia da Vida Inacabada...
 Escondidas na Net
 Há vida depois dos 40
 A Idade da Loba
 O meu caminhar
 Procuro-me
 Ponto Gê
 Voz Activa
 Viagens da Alma
 Letras Diversas
 Figuras Hilárias
 Mar da Poesia
 No Olho do Furacão
 PsycoBlog
 Nonato Reis
 Essência Feminina
 Meu Porto
 Duas Palavras
 A Plataforma desta Estação ...
 Circulo Vicioso
 Cherry
 Espelho da Alma
 Lendo e Sonhando
 Molecca - Amor do Pietro
 Nano Costa
 Pra você que gosta de poesia
 Observações